Blog

Como Emagrecer Durante a Quarentena?

Imagem com modelo utilizando máscara de produção e segurando um donnut e uma maça, contrastando ansiedade e alimentação durante a pandemia de COVID-19.
Você já pensou em como emagrecer durante a quarentena? Ou acabou decidindo deixar esse projeto para um momento futuro?

A possibilidade de engordar ficando em casa é uma preocupação para muitas pessoas durante o afastamento social causado pela pandemia de COVID-19. Isso porque cozinhar é uma das atividades escolhidas para passar o tempo. Soma-se a isso a indisponibilidade de frequentar academias, o que não ajuda aqueles que mantém uma rotina de atividades físicas, e a facilidade de acesso a vários tipos de comidas pouco saudáveis por meio dos deliverys.

Parece que não há muito o que fazer para evitar os quilinhos a mais. No entanto, especialistas afirmam que ainda assim é possível aproveitar esse momento para perder peso!

 

Mindful Eating aliado à redução de peso.

 

Marcelo Kessler, especialista em reeducação alimentar e Mindful Eating, recomenda a prática de cinco técnicas que ele próprio utiliza durante a quarentena:

1 – Utilize a sabedoria interna do seu organismo: distinga a fome, a saciedade e a plenitude.

Desenvolva a capacidade de usar todos os sentidos para comer. Eles são importantes e úteis na hora de se alimentar. Todo organismo tem a capacidade de senti-los. Você precisará desenvolvê-los com paciência e perseverança

2 – Identifique a fome emocional.

Ela é bem diferente da fome física. Ela é seletiva, normalmente procura algum alimento específico, e não é saciada com comida. É frequentemente confundida com ansiedade.

3 – Coma com atenção plena no ato de comer.

É muito comum comermos durante outras atividades, como assistindo TV, lendo ou conversando. Isso faz com que se perca o registro do sabor, a noção da quantidade e o sentido do que se está comendo. Quando comer, precisa estar concentrado e com foco no alimento.

4 – Evite carboidratos simples, frituras, alimentos industrializados e processados.

Prefira carnes magras e pouca carne vermelha na semana. Consuma mais legumes, verduras, frutas, cereais, azeite de oliva e carboidratos integrais e com moderação

5 – Não coma menos que duas vezes por dia e nem mais que quatro.

Não se force a comer se não estiver com vontade.

“A quarentena é um momento difícil para todos. Mas para aqueles com distúrbio alimentar ou hábitos não saudáveis, pode ser ainda pior. Estamos trancados 24 horas por dia com nossos piores inimigos: a comida e nossas más tendências” – Marcelo Kessler.

Muitas vezes, a angústia e a ansiedade que sentimos nos rendem sob a justificativa perfeita: a pandemia. No entanto, aqueles que são “gordos” ou lutam contra algum outro hábito prejudicial sabem bem, devido às nossas múltiplas tentativas e abandono, ressalta Marcelo.

“Não importa qual seja a justificativa, sempre há um argumento diferente. Mas longe de questionar todos esses problemas como legítimos, o que estamos tentando fazer aqui não é tentar preencher um vazio ou uma lacuna com outro problema: usamos a comida para lidar com as emoções. O problema é que ela desaparece rapidamente, deixando outros dois problemas novos: o existente e os quilos que estamos acumulando” – Marcelo Kessler.

 

Perder peso sem muito esforço

 

A diretora da Delight refeições congeladas, Bruna Kessler, afirma que é possível criar um plano de refeições congeladas para a perda de peso. No entanto, é necessário que a pessoa esteja preparada para segui-lo, sendo recomendado o acompanhamento profissional para evitar um estado de ansiedade e frustração.

“Você pode perder peso sem muito esforço e é uma ótima ideia para começar a adotar hábitos saudáveis. A principal recomendação é manter um estilo de vida saudável que inclua um plano de dieta equilibrado, complementado por atividade física que podem ser realizadas dentro de casa com objetos comuns” – Bruna Kessler.

Bruna propõe ainda a incorporação de alimentos variados, mas em pequenas porções, sempre levando em consideração como será a dieta durante o dia.

Jéssica Brandão, nutricionista da equipe Delight, ressalta outros aspectos importantes numa dieta planejada:

É importante planejar o cardápio diário para ter um pouco mais de liberdade e deixarmos as refeições prazerosas, como por exemplo, muffins integrais usando grãos e sementes, bolo de banana e aveia, biscoitos de cacau com aveia, iogurte natural com frutas e até alguns sucos naturais diferenciados. Você também pode escolher um alimento que deseja comer, sempre respeitando a porção” – Jéssica Brandão.

Jéssica enfatiza que é importante beber pelo menos dois litros de líquidos por dia, sem açúcar, e de preferência água. Recomenda também que seja consumido em média cinco porções de frutas e legumes com variedade de tipos e cores.

Cozinhe com pouco sal, evite o saleiro à mesa e limite a adição de refeições. Para substituir o sal, podemos usar ervas e especiarias de todos os tipos como pimenta do reino, cúrcuma, salsa, páprica, orégano, entre outros. Frios, embutidos e outros alimentos processados (como caldos e sopas prontas e alimentos em conservas) contém uma grande quantidade de sódio. Ao comprá-los, leia os rótulos. Limite o consumo de óleos, manteiga, margarina, carnes gordas, creme de leite, etc.  Se consumidos, escolha porções pequenas ou individuais. O consumo excessivo desses alimentos predispõe à obesidade, hipertensão, doenças cardiovasculares, entre outros” – Jéssica Brandão.

Durante esses dias de isolamento obrigatório, muitas pessoas aproveitam a oportunidade para acompanhar as séries e os filmes recomendados no Netflix e, às vezes, é impossível não acompanhar esse momento comendo algo doce.

Podemos comer um doce sem a necessidade de adicionar muitas calorias quando estamos diante da televisão. Por exemplo, uma bebida que adicionamos canela ou cacau, uma xícara de pipoca de panela adoçada com adoçante natural, um punhado de nozes e passas ou uma maçã verde assada com canela e cacau em pó” – Jéssica Brandão.

E chocolate, pode? “Claro! Por que não? Procure um chocolate de boa qualidade e, de preferência, amargo. Sirva em média quatro quadrados e acompanhe-o com um delicioso chá enquanto aprecia o filme ou a série”, afirma Jéssica.

 

O complemento da atividade física

 

Apesar de algumas academias ainda estarem fechadas, os especialistas sugerem que qualquer tipo de atividade física é válida no momento, como realizar tarefas domésticas, subir e descer escadas e, se houver crianças e espaço, brincar com elas.

Durante a quarentena, muitos educadores físicos estão realizando aulas online e ensinando novas práticas para que seus alunos evitem desculpas e façam exercícios em casa.

“Hoje, o que mais temos é tempo. Não existe mais aquela desculpa de dizer ‘mais tarde’, ‘depois da série’ ou ‘não tenho tempo’. Os benefícios de praticar atividades físicas são muitos, além de ajudar na redução do estresse e da ansiedade e melhorar o estado de espírito e a auto-estima. É importante manter uma rotina de exercícios em casa, definindo um horário fixo para realizá-los todos os dias, mantendo a consistência. Pelo menos 30 minutos por dia é o recomendado” – Marcelo Kessler.

Por fim, Marcelo sustenta que uma das chaves para nos cuidar com as refeições e conquistar a perda de peso durante a pandemia está em evitar o tédio.

“Por exemplo, faça algo que está pendente e que, por algum motivo, nunca encontrou tempo. Faça aquela receita que sempre quis experimentar, aprenda a tocar um instrumento musical, leia mais sobre aquilo que lhe interessa, telefone para um amigo por dia e pergunte como ele está. Isso tudo são coisas positivas e que nos ajudam a passar por esse momento que estamos vivendo” – Marcelo Kessler.


 

E aí, gostou das dicas que os nossos especialistas deixaram para nos ajudar a emagrecer durante a pandemia?

Se você gostaria de sugerir algum assunto para ver por aqui, entre em contato conosco e nos diga!

Ah, e com a chegada do inverno, agasalhe-se para evitar de ficar doente! 😉

Forte abraço!

Comentários